Proteção de dados na internet

Em 2020, entrará em vigor a nova legislação que, além de mudar a relação entre empresas e dados coletados no meio digital, prevê algumas punições.

Quem deixar de cumprir as devidas regulamentações pode receber multa de até 4% sobre o faturamento da empresa. Por isso, é bom entender como funciona a proteção de dados na internet e as soluções essenciais para manter o sigilo dessas informações.

Entenda melhor a Lei

Conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados pessoais (LGPD), tem o objetivo de regulamentar a ação de empresas na internet, mais especificamente na coleta e uso de dados dos usuários. Ela exige que as empresas adotem uma nova postura em relação a dados de clientes e buscar o consentimento do público.

Assim, a partir de 2020, qualquer empresa que incluir em sua base informações de seus clientes deve seguir os procedimentos previstos na nova lei.

As empresas ou grupos que não seguirem as novas exigências estarão sujeitas a multa.

A intenção é mudar o uso de informações que são distribuídas sem o devido controle, colocando todos os envolvidos em risco. E assim estimular a adoção de tecnologias para garantir segurança no acesso e transferência de informações.

O que a Lei determina?

De acordo com o texto da LGPD, os usuários terão maior poder sobre seus dados na internet. Uma das novidades é a possibilidade de pedir para ver o que empresas guardam de informações e pedir para alterar ou excluí-las.

Além disso, negócios só poderão coletar dados online com a autorização do usuário. No caso de menores de idade, será necessário ter a autorização de um responsável.

É importante saber que não é o suficiente conseguir um clique em um documento de termos de uso generalizado. A pessoa precisa saber qual é o fim exato de seus dados, como uso em campanhas de marketing ou em análises de big data.

Caso o usuário encerre o relacionamento com a empresa, ela será obrigada a excluir suas informações e não usá-las em qualquer objetivo futuro.

Como adequar a proteção de dados na empresa

Para se adequar nas exigências da lei, as empresas terão que fazer investimentos em uma estrutura de segurança. Você verá abaixo algumas soluções para melhorar a segurança pra você e seu usuários.

Backup de dados

O backup é importantíssimo para empresas que desejam manter um alto padrão de proteção de dados na internet. Uma das soluções mais populares, atualmente, é o uso da nuvem para armazenar e fazer backup de informações.

Uma grande vantagem desse tipo de serviço é a possibilidade de otimizar recursos a um custo acessível.

No entanto, é importante escolher com cuidado o fornecedor de serviços em nuvem. A facilidade de acesso a esse tipo de provedor pode gerar sérios riscos à segurança da empresa.

Antes de escolher o provedor de serviços de backup na nuvem, é preciso ter certeza que ele também trabalha de acordo com as novas regulamentações da LGPD. 

Além de estar preparado para cumprir as exigências da lei, também devem existir acordos entre o fornecedor e o contratante sobre o controle de dados.

O ideal é que dados confidenciais e pessoais de usuários não permaneçam armazenados por mais tempo do que necessário. O contratante deve estabelecer períodos de retenção e, quando terminarem, realizar a exclusão. É a melhor forma de garantir a proteção de dados no backup na nuvem.

Certificados SSL

É importante utilizar certificados SSL em qualquer site empresarial. Mesmo antes da LGPD eles já faziam a diferença para usuários, especialmente quando navegadores começaram a indicar sites sem o certificado como inseguros.

O certificado é utilizado para criptografar informações transmitidas através do site, evitando o roubo ou compartilhamento indevido das mesmas. Ele pode ser contratado junto da maior parte dos serviços de hospedagem.

Seu website não tem SSL Entre em contato com á rockety

Para saber se um site já possui o certificado, basta observar o início da URL. Sites que possuem o SSL são identificadas com https, enquanto sites inseguros são identificados com http.

No entanto, de nada adianta ter soluções de criptografia em um site se as informações coletadas não têm um destino seguro.

Por isso, o recomendado é utilizar o SSL em conjunto com um servidor dedicado e as melhores soluções de segurança.

Servidor dedicado

O servidor dedicado é um grande aliado no mundo empresarial. Seus recursos são exclusivos da empresa, incluindo memória e capacidade de processamento, o que torna uma grande vantagem utilizá-lo.

Quem contrata um servidor dedicado consegue ter controle total sobre seus recursos, além de poder customizar o serviço.

Em relação à proteção de dados na internet, contratar um servidor dedicado significa que toda a segurança projetada (como firewall e scripts) são de uso exclusivo, o que diminui as chances de brechas de segurança por conta de aplicações de terceiros em ambientes compartilhados.

Lembre-se que fazer alterações para melhorar a proteção de dados na internet é necessário não somente para cumprir uma lei. Segurança faz toda a diferença para seu cliente e pode influenciar inclusive na decisão de compra. Quem deseja ter credibilidade e confiança total do consumidor não deve abrir mão de soluções como essas.

Precisando de um site entre em contato com á Rockety.net Ou entre em contato via Whatsapp

1 comment

  1. […] Proteção de dados na internet […]

Comments are closed.